o que é DOC e TED: qual a diferença entre eles

DOC e TED: o que é e qual a diferença entre eles?

Outro dia fui fazer uma transferência interbancária, e a atendente me perguntou: DOC ou TED? Na realidade sabia muito pouco naquele momento. Sabia a diferença básica que é a seguinte: as TEDs são normalmente utilizadas para quem deseja realizar operações com valores mais elevados, já que NÃO apresentam um limite máximo. Porém isso eu havia aprendi há alguns anos atrás, por isso decidi pesquisar mais sobre o assunto e compartilhar nesse espaço. Vamos procurar entender melhor a diferença entre uma DOC e uma TED?

doc e ted

Tanto o documento de crédito – DOC e TED (transferência eletrônica disponível) são maneiras de realizar transferências interbancárias, isso é, transferência de um banco para outro, ou melhor definindo, envolvendo dois bancos distintos. Elas se diferem no tempo de compensação e até no valor em que podem ser emitidas.

O que preciso para Efetuar uma DOC e TED?

Ambas as transferências necessitam que se informe o banco, a agência e conta, nome e o CPF do favorecido.

Valores para DOC e TED:

O valor entra na conta do destinatário de forma on-line – entre 5 e 30 minutos da emissão. A transferência somente é realizada com valor disponível na conta do emitente, portanto, NÃO há risco de uma devolução por insuficiência de fundos. Detalhe: esse tipo de transferência pode ser efetuado até as 17 horas e não é estornável. Atualizei o artigo pois, li agora na Exame que, a partir do dia 4 de julho de 2014, os bancos reduzirão o valor mínimo de transferência da TED de R$ 1000,00  para apenas 750,00. Se quiser ler a matéria está disponível aqui.

DOC e suas características básicas:

O DOC pode ser realizado para valores até R$4999,99 – no momento fica a critério do cliente enviar DOC ou TED nos valores entre R$1000,00 (em breve 750,00) e R$4999,99, e o valor é disponibilizado para o favorecido que seria normalmente no próximo dia útil a sua emissão. “Normalmente” pois em alguns casos o crédito pode ocorrer em até dois dias úteis, isso acontece caso ela seja emitida após o horário limite, geralmente entre em 19 e 20 horas, ou em feriados e finais de semana – o DOC pode ser devolvido por alguns motivos enumerados como se segue:

40 Moeda inválida.
51 Divergência no valor recebido.
52 Recebimento efetuado fora do prazo.
53 Apresentação indevida.
54 Ausência ou irregularidade do carimbo de compensação (ordem bancária e ficha de compensação, exceto bloquetos de cobrança).download
55 Ausência ou irregularidade da autenticação mecânica.
56 Transferência insuficiente para a finalidade indicada no DOC – Documento de Crédito.
57 Divergência ou não-preenchimento de informação obrigatória nos DOCs e Ordens Bancárias.
58 Crédito destinado à conta de poupança em outras instituições.
59 Ausência da expressão “Transferência Internacional em Reais – Natureza da Operação”.
61 Papel não-compensável.
62 DOC “D” – Com divergência na indicação do número do CPF / CNPJ.
63 Registro inconsistente.
64 Arquivo lógico não-processado ou processado parcialmente.
66 DOC “D” – De conta individual (único CPF) para conta conjunta (2 CPFs) e vice-versa.
67 DOC “D” – Sem a indicação do tipo de conta debitada ou creditada.

Os dois meios só apresentam em comum o preço cobrado para efetuar a transação. De acordo com o Star (Sistema de Divulgação de Tarifas de Serviços Financeiros) da Febraban, considerando-se os oito maiores bancos do País – “tanto para TED como para DOC, as cobranças variam de R$ 13,40 a R$ 13,50, no atendimento presencial, e de R$ 7,50 a R$ 8, nas operações realizadas em terminais de autoatendimento ou pela internet.”

Sinceramente, prefiro a TED, pois pra mim é um meio mais rápido para transferir valores, lembrando que nele não há necessidade de a operação passar pelo sistema de compensação dos bancos, logo o dinheiro fica disponível no mesmo dia (em minutos até!) desde que o emitente tenha saldo na conta.

———————– Postagem atualizada no dia 09/06/2014.

Minha opinião sobre DOC e TED: 

O que percebi em minhas pesquisas sobre DOC e TED é que, há muito tempos atrás, quando nem era nascido, e muito antes de termos internet e redes rápidas acessíveis, o DOC era uma sim uma excelente opção, os bancos operavam os DOCs e podia-se enviar recursos de um canto do Brasil para o outro em 1 dia útil, naquela época era muito rápido. Hoje, a realidade é outra e os computadores dos bancos têm capacidade para processar as transações quase a “real time” (tempo real). Dá pra perceber que a TED é uma versão “melhorada” do DOC, por isso, acredito que logo esse “limite” do TED vai cair mais a ponto de não haver mais necessidade do DOC. Isso quando os bancos tiverem certeza que aguentarão o enorme volume de transações de volume menor. (a TED, quando criada em 2002 só fazia transferências acima de 5 milhões!).

Resumindo: O limite do TED vem caindo mais a cada dia, com isso temos mais transações a “tempo real”, logo o volume de transações aumenta mais. Quando os bancos suportarem o volume enorme de transações de valor menor, o TED passará a ser usado em todas as operações. De acordo com o jornal econômico os bancos se preparam para acabar com o limite do TED em 2015, se quiser ler o artigo completo, clique aqui.

Deixe seu comentário. Abraços.

luiz

Formado em administração de empresas, apaixonado por internet. Criou este site para compartilhar informações sobre dúvidas que surgem no dia a dia.

Website: http://portaldedicas.com.br

63 Comments

  1. alexandro

    muito obrigado pelas informações, ajudaram muito. o artigo mais ocmpleto que encontrei sobre ted e doc.

  2. Karol

    Eu fui pela primeira vez no banco hoje e o atendente me pergunto se queria DOC ou TED. Por ser leiga no assunto simplesmente perguntei: qual o melhor? ele me respondeu – TED. Logo fiz ted, resolvi dar uma busca no google para ficar sabendo mais sobre o assunto, e obrigada sim, esclareceu minhas dúvidas!

  3. Bianca Ferreira

    obrigadinha :)

  4. Diego oliveira

    obrigado pelo esclarecimento cara, agora não tem como não escolher TED, pois DOC é muito mais fraco…wlw

  5. Diego a. santos

    eu sou mais o ted pelo jeito é melhor

  6. Roberto Lima

    Se o TED é melhor, qual a razão da existência do DOC? E qual o motivo de um TED não permitir transações de valores menores (abaixo de 1.000,00)?

    • Olá Roberto, eu citei que o TED é melhor na minha opinião. Mas é o seguinte, para valores inferiores a R$ 1 mil, APENAS o DOC pode ser utilizado. Para valores entre R$ 1.000,00 e R$ 4.999,99, aí sim que você pode optar se quer o DOC ou TED. Já para valores a partir de R$ 5 mil, apenas a TED pode ser utilizada. Abraço

  7. Melissa

    O post é muito esclarecedor. Com uma linguagem simples e direta. Obrigada pela iniciativa e pelas informações úteis.

    • Muito obrigado pelo comentário Melissa, na realidade fiz essa postagem pois não sabia nada sobre o assunto e resolvi pesquisar e compartilhar para quem tivesse a mesma dúvida. Encontrei várias informações complexas mas preferi deixar o artigo esclarecedor e não pra confundir mais nossa cabeça….abraço!

  8. Lúcia

    Muito esclarecedor. Obrigada pela iniciativa.
    O melhor que a tecnologia tem trazido é a visão colaborativa.
    Abraço

    • Lúcia, concordo totalmente com seu comentário. Obrigado.

    • Jeferson Henrique Ribeiro

      Agora ficou Claro pra mim obrigado

  9. TATIANE

    DE MUITA VALIA A INFORMAÇÃO! ADMIRO A INICIATIVA DE PENSAR NO COLETIVO, DE PENSAR QUE OUTRAS PESSOAS COMPARTILHAM DA MESMA DÚVIDA E SE ESFORÇAR EM ESCLARECER, FAZENDO O BEM SEM OLHAR A QUEM…
    PRA MIM SERVIU DEMAIS, LINGUAGEM SIMPLES, ESCLARECEDORA… AGRADEÇO!

    • Muito obrigado! Também penso do mesmo modo, ao aprender devemos compartilhar as informações. Tenho diversos blogs sobre assuntos variados de minha especialidade, e resolvi fazer o portal de dicas exatamente para compartilhar o que eu aprendo, bem como o que já sei. São comentários como o seu que vejo que a ideia está dando certo. Até mais!

  10. joao mauricio

    Otimas informações. Grato.

  11. flaviana silva

    Obrigada pela informação, foi muito útil.

  12. Elisa

    Explicação muito clara e resolveu minha duvida, obrigada,

  13. Lena Malvar

    Excelente esclarecimento, busquei para saber, pois ao tentar fazer uma transferência pela internet o meu banco me informa que não posso fazer DOC com valor inferior a Mil Reais…E agora?

    • Olá Lena, na realidade meu conhecimento é bem limitado com relação ao assunto, pois transformo minhas dúvidas em postagens, tanto para me ajudar a entender, quanto para esclarecer as dúvidas da maneira mais simples possível a quem também tem a mesma dúvida. Bem, procurei sobre o que você falou pois achei estranho, já fiz DOC de 780,00 reais faz pouco tempo. O que achei com relação ao que você citou foi o seguinte: “Para transferências abaixo de mil reais, os clientes deverão usar o Documento de Ordem de Crédito (DOC), que tem valor limitado a R$ 5 mil por transação. — Com a TED, o cliente não precisa sacar dinheiro para fazer a transferência. Basta usar o internet banking ou caixas eletrônicos — disse Walter Faria, diretor-adjunto de serviços da Febraban.”

      Se quiser ler o artigo na íntegra, é so acessar:
      extra.globo.com/noticias/economia/transferencias-bancarias-partir-de-mil-reais-serao-feitas-no-mesmo-dia-7913522.html
      Abraços.

  14. José miguel

    Olá portaldasdicas, voce acredita que eu li seu artigo ha um tempo atras e depois disso tive que fazer uma transferencia. fui fazer de 1500 e pedi uma ted, a menina me informou que era impossível pois ted só acima de 2000, ela ia fazer um doc aí eu pedi para ela se informar e ela foi depois ela disse que poderia fazer hehe
    por isso é importante se informar eu precisava transferir o dinheiro na hora nao dava pra esperar e se nao soubesse teria que ser doc mesmo valeu ai so voltei aqui para poder compartilhar que voces do portaldasdicas me ajudaram muito
    agora queria saber se o curso de ingles que eu li na pagina inicial vale meso a pena e se vc ta fazendo

    • Olá José Miguel, a melhor coisa que podemos ter é conhecimento. E ao compartilhar não perdemos nada, pois como dizia George Bernard Shaw: “Se voce tem uma maçã e eu tenho outra; e nós trocamos as maçãs, então cada um terá sua maçã. Mas se você tem uma ideia e eu tenho outra, e nós as trocamos; então cada um terá duas idéias.” No caso eu substituo “ideia” por “conhecimento” nesta frase. Muito obrigado pelo Feedback.

      Com relação aos cursos de inglês, eu optei pelo duolingo, e sinceramente, estou gostando muito dos resultados; se quiser veja o artigo que falo sobre ele:
      http://portaldedicas.com.br/aprender-ingles-de-graca-totalmente-online-com-duolingo/
      Abraços.

  15. Luiz, gostei de seu artigo e de saber que seu objetivo maior é passar e divulgar informaçòes a quem possa interessar,entào peço sua ajuda para um outro assunto, pois fui prejudicada com uma causa no valor de 3 milhòes,isso mesmo,3 milhões,de um acidente em 1996,cuja vítima era carona de um condutor bebado.O advogado morreu e seu sócio se eximiu.esse acidente foi em setembro de 1996.e só em abril de 2009 reapareceu o problema com todas as multas.Minha idade já nào proporciona começar tudo.Bem o que eu quero nào é solucionar o meu problema,mas espalhar pro mundo , como A “JUSTIÇA PODE FERRAR COM O CIDADÀO SE ELE FICAR PARADO E NÀO FOR ATRÁS DAS COISAS”962638137.grata

    • Olá Neiva, sinceramente fiquei assustado com o que você falou, mas procure um advogado para conseguir a melhor solução para seu caso. Vou citar um caso interessante que não tem nada a ver com o seu, mas só pra exemplificar: um amigo meu pegou um valor no cheque especial em 2001 (menos de R$ 1000,00). Ele não pagou e nem foi atrás disso, em 2010 ele me mostrou uma cobrança dele com um valor acima de 30.000,00. Eu só acreditei pois vi o valor. Ele falou com um conhecido dele que trabalha em um banco e bem entendido no assunto, que afirmou que se ele correr atrás, o valor não só vai cair para bem próximo do que ele pegou na época, como vai poder pagar parcelado. Não sei se ele correu atrás depois disso, mas é só um exemplo. Procure um advogado e explique sua situação, espero que dê tudo certo. Abraços!

  16. amaurty siva

    Valeu pea dica obrigado

  17. Leandro Vieira

    Muito bom! Ajudou demais amigo!

  18. Evandro Júnior

    Olá, recentemente fiz um TED de R$ 1.000,00 e 1 hora depois o dinheiro voltou pra minha conta… oq será que aconteceu??

    • Evandro, sou bem leigo no assunto com relação a conhecimentos bancários, porém a transação foi dada como efetivada? o melhor nestes casos é falar com o gerente da sua conta (de onde saiu o valor) e pergunte o que aconteceu. Minha esposa já fez um Doc, com todos os dados corretos – já DOC exige CPF – e o valor voltou, ela nem procurou saber o porque o valor era muito baixo e eu ia no outro dia pra cidade vizinha e levei o dinheiro em mãos. Mas eu fiquei curioso. Se possível depois poste o motivo para ajudar a todos, abraço.

  19. Dinart

    Muito bom, esclarecedor, sanou minha inúmeras dúvidas. Obrigado.

    • Sou bem leigo no assunto e gostaria de escrever para que todos entendam melhor o que é DOC e TED. Obrigado pelo comentário Dinart.

  20. Marcos

    Fiz uma transferência no valor de R$2.500,00 diretamente na boca do caixa, no momento não fui informado sobre qual tipo de operação seria realizada, então o funcionário do caixa fez um DOC, como essa transferência era referente ao pagamento de um serviço realizado no meu carro que estava na na Oficina autorizada da concessionária, quando fui fazer a retirada do veículos, recebi a noticia de que não seria possível, pois aquela transferência, do seria compensada no dia seguinte.

    • Realmente quando podemos optar pelo DOC ou TED, o ted é melhor, pois a compensação ocorre em poucos minutos. Infelizmente alguns caixas fazem o serviço “apressado” e sequer perguntam o que nós preferimos e acabamos com problemas desse tipo. Obrigado por compartilhar marcos.

  21. juliana

    Luiz, muito útil o seu artigo, mas me chamou atenção essa informação: o TED não é estornável.

    Você não acha que isso é um ponto negativo?

    • Olá Juliana, não, por isso prefiro o TED quando posso escolher entre os dois, antes verifico bem todos os dados antes de enviar o pagamento. Imagine só, numa operação você precisa de agilidade, e o ted (segundo o pessoal do banco me informou) cai na conta informada em questão de minutos (10 a 15 no máximo, pelo menos é o que me informaram) e o DOC demora 1 dia, além de ter essas opções de devolução. Na minha opinião eu prefiro o TED.

      Para ser mais objetivo o TED é uma versão “melhorada” do DOC, na realidade, acredito que logo esse “limite” do TED vai cair mais a ponto de não haver mais necessidade do DOC. Isso quando os bancos tiverem certeza que aguentarão o enorme volume de transações de volume menor. Há muito tempos atrás, quando nem era nascido, e muito antes de termos internet e redes rápidas acessíveis, o DOC era uma sim uma excelente opção, os bancos operavam os DOCs e podia-se enviar recursos de um canto do Brasil para o outro em 1 dia útil, para época era muito rápido. Hoje, a realidade é outra e os computadores dos bancos têm capacidade para processar as transações quase a “real time.

      Resumindo: O limite do TED vem caindo mais a cada dia, com isso temos mais transações a “tempo real”, logo o volume de transações aumenta mais. Quando os bancos suportarem o volume enorme de transações de valor menor, o TED passará a ser usado em todas as operações. É o que eu acho, abraço. Obrigado por comentar.

  22. Ramon

    Boa tarde,
    O seu texto me ajudou bastante, porém gostaria de saber se você sabe o valor de transferencia TED e DOc entre bancos diferentes? ou se seria o mesmo da transferencia para o mesmo banco?

    • Olá Ramon, no TED os depósitos a partir de R$ 1.000 serão transferidos no mesmo dia. Antes, era preciso depositar pelo menos R$ 2.000 ( e antes ainda 3) no caso de contas de bancos diferentes.
      Na realidade, acredito que logo esse “limite” do TED vai cair mais a ponto de não haver mais necessidade do DOC. Abraço.

  23. murilo

    Muito bom ! obrigado

  24. Marcia Sepeda

    Bom dia! adorei o texto…me esclareceu muitíssimo , nossa, foi realmente a explicação mais completa q tive. Parabéns!

  25. maria augusta

    Recentemente o TED foi atualizado para 1000,00 . O único problema de fazer post sobre áreas bancarias, porque vc tem que estar sempre atualizando… Não vai querer passar informação errada para os seus leitores, certo?

    • Olá Maria augusta, isso mesmo. Mas no tempo que eu escrevi este artigo o valor já estava em 1.000,00. Abraço

  26. daniel

    boa e simples a informação, faço direito e foi bem útil….abs

    • Obrigado pelo comentário Daniel, tentei explicar DOC e TED de uma maneira bem simples, tanto pelo meu entendimento quanto que para que todos entendam melhor. Abraço

  27. Fernando

    O explicativo foi excelente, o mais objetivo e claro! Vlew

  28. Reinaldo

    Olá Luiz, No meu caso fui verificar o saldo da minha conta e não achei a transferência que solicitei ao uol pagseguro, ai fui ver extrato mensal e não achei, fui achar no Extrato de DOC e TED que a uol fez o transferência em TED, mas o valor e de 79,00 reias que só pode ser por doc. No caso tenho que falar com o banco ou a uol ? obrigado pela ajuda até breve.

    • Não sei bem como funciona o sistema do pagseguro, mas em todo caso deves mandar uma mensagem para o pagseguro e tirar essa dúvida. TED realmente só a partir de 1.000,00. Abraços

  29. wezule Porto

    Valeu pela dica, muito bom

  30. Luan

    acho muito bonito um administrador perder tempo e fazer um blog de forma a contribuir com a sociedade. parabéns pelo excelente trabalho.

  31. Marlene Pedregal

    Luiz, agradeço-lhe a ajuda, foi muito boa a explicação abçs,
    Marlene Predregal

  32. Joao Luiz

    quero agradecer te pelo magnífico artigo.

  33. Luciana

    ESTOU AGUARDANDO UM DINHEIRO ENTRAR EM MINHA CONTA, DISSERAM QUE FOI FEITO NO PERÍODO DA TARDE EM DOC…HOJE É SEXTA FEIRA…MINHA PERGUNTA
    É..SE O DOC DEMORA UM DIA ÚTIL PARA ENTRAR NA CONTA SÓ CONSTARÁ NO MEU
    EXTRATO NA SEGUNDA-FEIRA??

Deixar uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *